Menu

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Vale a Pena Montar um Home Gym?


Depois de tantos anos treinando, sinto que fazer academia já é algo que faz parte de mim e enquanto estiver apto, isso não vai mudar. Treino no mínimo quatro vezes por semana, mas não é raro treinar seis. Isso significa que boa parte do meu tempo em vida passarei dentro de uma academia. Recentemente comecei a me perguntar: será que vale a pena montar um home gym?

A pergunta inclui muitas variáveis como os preços das mensalidades das academias locais, a frequência com a qual eu utilizaria os equipamentos, quem mais de casa treinaria comigo, quanto eu gastaria com a manutenção anual, entre outras questões. Contudo, embora responder isso seja importante, alguns pontos chave me dizem que mesmo que aparentemente não seja bom financeiramente eu ainda assim deveria montar uma. Ter uma academia aberta 24/7, não ter que se preocupar com fazer social, escolher as músicas, treinar com qualquer roupa, não ter que se locomover e ter privacidade absoluta são vantagens que eu valorizo muito.

Quando falo em ter um home gym, estou falando apenas de um espaço legal para treinar dentro de casa, nada fora disso. O ideal seria ir comprando as coisas de pouco em pouco, conforme fosse sentindo necessidade, começando pelo básico até chegar à equipamentos high tech. Você faz o investimento inicial, que seria algo perto de 2 anos da mensalidade da sua academia local, e começa a comprar o básico do básico: uma barra fixa, uma corda, barra paralelas, banco, halteres, barras, anilhas, elásticos, caixa de som decente, prancha para abdominal, apoio pra flexão, medicine ball, espelhos grandes, roda de abdominal, hand grippers, rack de agachamento, saco de pancadas, speed bag, teto solo, uma variedade de anilhas e por aí vai... Como artigos esportivos costumam não ser baratos e nem tão fáceis de achar, a sugestão é que você vá comprando tudo separado quando tiver a oportunidade, poucos itens por vez. Para manter sempre seu espaço melhorando, separe todos os meses o valor de uma mensalidade de academia local e vá acumulando o montante para fazer alterações na sua academia. Compre coisas de qualidade, normalmente os equipamentos de academia necessitam de pouca manutenção.

Eventualmente você vai acabar formando seu modesto santuário, um lugar onde poderá treinar arduamente em paz. Os altos custos vão ser diluídos no longo prazo e você terá à sua disposição uma verdadeira oficina para moldar seu corpo. Se você pretende fazer academia por muitos anos e gosta da ideia de treinar em casa, home gym é uma ideia que definitivamente merece receber atenção. Não vejo a hora de montar a minha.

O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

O Sistema Numérico de Pancadas


Técnicas de boxe são como negócios. Se você for a aula, mas não refletir e adaptar seu conhecimento para cada situação. Nunca figurará entre os bons. No meu caso, percebi que eu tinha dificuldade para decorar as ordens dos golpes e criar sequencias rápidas.

Saindo de um dia de treino, ainda no caminho pra casa, tive a ideia de trocar os nomes dos golpes por números, assim poderia criar sequências numéricas com facilidade e a associação seria bem mais ágil. Quando fui pesquisar descubro que essa técnica já existia e foi amplamente utilizada pelo Mike Tyson, uma verdadeira lenda do esporte.


1. Cruzado(esquerdo)
2. Cruzado/Direto
3. Uppercut(esquerdo)
4. Uppercut(direito)
5. Gancho(esquerdo)
6. Gancho(direito)
7. Jab na cabeça
8. Jab no corpo

Achei genial esse sistema, ele acelera muito os reflexos e a criação de novas combinações. Eu sempre fui fã do Mike Tyson, acho que nunca mais existirá uma personalidade tão explosiva e alta testosterona como ele nos ringues. Esses leites com pêra do UFC não chegam nem perto.


O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Morre Hugh Hefner, Icônico Playboy Internacional


Quarta-feira à noite uma nota emitida pelo Twitter oficial da Playboy chocou os burgueses de todo o mundo. Hugh Hefner, idealizador do melhor estilo de vida de todos os tempos, morreu aos 91 anos de idade de causas naturais.

Como devem saber, atingir o estilo de vida playboy é o foco do blog, tal como dito na descrição:
"Blogueiro anônimo cujo estilo de vida busca a utópica evolução social, financeira, física e intelectual. Aspirante a playboy internacional." 
Hugh Hefner foi um dos mais influentes designers desse estilo de vida masculino e merece receber o respeito da burguesia. Infelizmente todas as coisas boas chegam a um fim. E cá entre nós, no caso dele até que demorou... Quer dizer, aos 86 anos o cara se casou com uma mulher 60 anos mais nova com um acordo pré-nupcial que a excluía da herança? Outro nível.


Claro que ele teve alguns deslizes na carreira, principalmente quando apoiou a Hillary Clinton, mas foram coisas pequenas e vou parar com as críticas negativas por aqui. Não é meu estilo desrespeitar os mais velhos jogadores. Muito menos atirar em grandes e respeitáveis ícones de longa data. Devemos dar a ele o crédito que merece. Hugh Hefner foi uma lenda.

Ainda que eu conscientemente tenha criado meu próprio estilo e nunca roubado um pré-formatado, vez ou outra me encontro com um roupão de seda verde fumando um bom charuto pela casa. Não tem como negar a coincidência. O cara influenciou a todos nós. Seu gosto impecável para roupas, festas, música, mulheres, tabaco, arquitetura, culinária, entre outras categorias foi responsável pela enorme separação entre homens e burgueses.


Descanse em paz meu caro. Obrigado.
"In my wildest dreams, I could not have imagined a sweeter life." - Hugh Hefner
O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Melhore Sua Pegada - Hang Gripper

"Weak hands makes a weak man." - Thomas Inch
Durante meus anos de treino foram pouquíssimas as vezes que treinei o antebraço. É fácil se perder em um treino que foca nos grandes grupos musculares. Contudo, recentemente encanei que deveria passar a treinar mais meu antebraço. É um músculo extremamente importante e masculino, necessário e utilizado virtualmente em toda a atividade: dirigir, cozinhar, treinar, trabalhar, pegar...

Eu queria algo consistente e que pudesse ser feito de qualquer lugar, à qualquer hora. Fui até uma loja de esportes e comprei diversos hand grippers com diferentes resistências. Um de 15kg, um de 25kg e um de 50kg.

Como o antebraço é um músculo que se recupera realmente rápido, da pra treiná-lo a cada 12 horas, como ao acordar e pouco antes de dormir, mesmo assim decidi treinar apenas uma vez ao dia. Institui uma meta de 100 repetições com cada braço. Comecei com o de 15kg e nos primeiros dois dias fiquei com alguma dor muscular do trabalho. Ao final do sétimo dia eu já estava fazendo as 100 repetições e pronto para passar para o próximo, foi bem rápido e fácil. O de 25kg deu um pouco mais de trabalho, demorei três semanas para alcançar 100 repetições consecutivas. E o de 50 kg ainda não consigo passar de 30, mas em breve conseguirei.

É importante que a execução seja feita com calma, e não muito rápida. 1~2 segundos por repetição ta bom, menos que 1 segundo a força elástica estará reduzindo seu trabalho muscular. Se você não conseguir fazer 100 direto, faça o maior número de repetições que puder, e aí passe para a outra mão, sem descanso. Quando cansar com a outra mão volte para a primeira e faça o quanto puder novamente. Repita até atingir 100. Quando estiver fazendo 100, não deixe de recompensar a si mesmo, poucos são capazes de se disciplinar, e não deixe de aumentar a resistência, agora você está no próximo nível. Se você não tiver como aumentar a resistência, quando atingir 50 repetições, segure o hand gripper pelo maior tempo que puder, até que seus antebraços fadiguem, e aí volte a executar as repetições até atingir 100.

Em apenas 5 semanas de treino meu antebraço cresceu visivelmente e minha pegada se tornou exponencialmente mais forte. Essa é uma forma simples, barata e conveniente de se manter apto e evitar que seus antebraços atrofiem diante de seus olhos.

O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Rap and Hip Hop


Aqui vai uma curiosidade sobre mim: Sempre gostei muito de rap norte-americano.
Sempre gostei do estilo, das letras, das lições, das histórias, dos remixes, da motivação e do bpm.

O rap norte-americano é masculino demais para o mundo de hoje, talvez por este motivo eu raramente encontre pessoas que gostem de ouvi-lo ou sequer conheçam-no. Isso é ótimo, pois  me da pontos de originalidade e personalidade. Não suficiente ele cai muito bem com um treino de boxe ou hipertrofia. Embora tenha bastante gíria, é relativamente fácil de entender e acompanhar as letras.

Eu e alguns bons amigos montamos uma playlist, com o tempo ela vai sendo refinada até que sobre apenas o creme. Sintam-se à vontade para dar sugestões ou para seguir. Futuramente, talvez eu faça uma playlist formada apenas por bom jazz pra darmos aquela relaxada.


O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!