Menu

domingo, 23 de agosto de 2015

Sobre



A vida é boa. Posso sentir enquanto saboreio meu Martini ao digitar o primeiro post do blog. E com este post inicia-se o fantástico conto da saga do Burguês Inglório. Blog epopeico que narra a história de um jovem paulistano em busca da construção de seu império patrimonial.

Imagino que muitos de vocês devem estar se perguntando como eu me tornei quem sou, de onde vim ou até com o que me pareço e por isso decidiram clicar em "Sobre" pensando que todas essas dúvidas seriam sanadas. O fato é que nada disso é importante. Estou em constante mudança. Sou líquido. Tudo o que você precisa saber, é que comecei pequeno e percorri um longo caminho até me tornar o Burguês. Cabe a você saber se vai seguir meus conselhos e suceder ou se juntar aos perdedores do seu bairro.

Se ainda estiver curioso, aqui está o que precisa saber:
Nasci nos anos 90. Cresci jogando Mario no SNES e assistindo American Psycho. Na escola os professores me chamavam de Bon Vivant. Eu não tenho ideia do porquê, mas gostei da definição. Aos 15 anos comecei a treinar, desde então nunca parei. Mais tarde adicionei o boxe à rotina também. Aos 17 passei na faculdade, onde fiz marketing para aprender a manipular as pessoas. Aos 22 me formei. Como autodidata aprendi inglês, francês, cozinhar, socializar, investir e a negociar como ninguém. De fato, isso é só o começo. Eu adoraria falar mais sobre esse mim, mas tenho que devolver algumas fitas de vídeo.

O resto é com vocês...
Bons ganhos e um grande abraçoo!

5 comentários:

  1. Olá, Burguês! Seja bem-vindo.

    Eu também estudei comunicação e trabalhei minha carreira inteira em agências de marketing de pequeno e médio porte. Antes eu sonhava em trabalhar em uma grande empresa, hoje quero sair dessa área de qualquer jeito. Quero ser funcionário público. Não me orgulho disso, mas não vejo outra saída pra mim, não tenho o sangue de empreendedor e não pretendo fazer outra faculdade ou curso técnico para começar do zero.

    ResponderExcluir
  2. Boa!

    Boa sorte nessa nova caminhada. E rumo à IF!

    ResponderExcluir
  3. Eu sou adepto a ideia de que o importante não é o ativo que vc investe, mas sim o quanto vc domina daquilo que está investindo. Divulgar seus conhecimentos vai te fazer um investidor melhor. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  4. Muito bons seus artigos, gosto da maneira pessoal e desenrolada com que voce se expressa. Vou relacionar seu Blog no meu.
    Forte abraco

    ResponderExcluir
  5. Uma boa. Curti bastante o blog, excelente assunto. Necessito fazer parte do grupo Burgues Inglorio, ja tenho data prevista pro desemprego, por isso me veio a intenção de aprender a investir. Vlw.

    ResponderExcluir